Entrevista traduzida: Dan Smith fala sobre Ella Eyre, inspiração para compor, seu maior medo e mais!


Diante de seu show na Somerset House, a repórter Hannah Dunn, da revista britânica Red, encontrou-se com Dan Smith para uma pequena entrevista.

Não é nenhuma surpresa que os ingressos para o show do Bastille na Somerset House tenham se esgotado em questão de minutos, nem que famosamente a banda tenha atraído a maior multidão já quantificada ao palco John Peel em Glastonbury no ano passado, porque eles são, simplesmente, um sério e talentoso grupo de rapazes. Aqui, entrevisto o cantor Dan Smith:

Hannah: Somerset House é um local tão icônico. Como você se sente sobre tocar aqui?
Dan: Fico muito nervoso antes de shows, principalmente shows em Londres, mas eu estou realmente animado. É tão lindo aqui. E é realmente perto de onde eu moro - é bom pegar o ônibus para um show!

Hannah: Ouvimos que haverá uma apresentação surpresa com Ella Eyre. Como é tocar juntos?
Dan: Eu sou um grande fã dela. Ela tem uma voz tão bonita e é uma pessoa tão adorável. Nós fizemos uma música com ela em um de nossos mix tapes, chamado Other People’s Heartache. Era composto de covers estranhos, colaborações e algumas músicas de filmes. Nós fizemos um cover de 'No Scrubs’. É sempre bom tê-la junto no palco, e poder tirar o foco de cima de mim! Toda vez que ela abre a boca e começa a cantar, eu fico realmente encantado.

Hannah: O que inspira você?
Dan: Há faixas do álbum que foram influenciadas por livros que li, coisas que aconteceram comigo, a música que eu cresci ouvindo, a música que meus pais costumavam tocar, como Simon e Garfunkel, The Beach Boys, The Beatles. Nosso álbum favorito, que sempre ouvi no carro, é de 2001, do Dr. Dre, que é apenas o melhor álbum de todos os tempos. Muitas de nossas músicas são baseadas na realidade, mas imaginado ou usando personagens fictícios como uma forma de escrever sobre algo. Eu acho que a inspiração vem de tudo e qualquer coisa, e é filtrada através de nossos cérebros e ela sai soando como a nossa banda.

Hannah: O que você ouvia quando era criança?
Dan: Eu lembro de ser obcecado por The Score, do The Fugees. Eu costumava ouvir um monte de músicas realmente melódicas, com um monte de harmonias. The Beach Boys e Simon and Garfunkel usualmente me faziam feliz, e eu também ouvia um monte de trilhas sonoras de filmes.

Hannah: A coisa que você mais se orgulha?
Dan: Estou muito orgulhoso de como as coisas tem acontecido. Particularmente, nós não tínhamos grandes expectativas, tanto de nós mesmos, e de mais ninguém. Estou muito orgulhoso de que fizemos tudo por nós mesmos.

Hannah: Algum prazer culpado/vergonhoso?
Dan: Estou realmente submerso em trash-filmes americanos de terror. Eu acho que Final Destination é brilhante!

Hannah: Qual é o seu maior medo?
Dan: Por estarmos sempre em turnê, eu aprendi o valor de estar com as pessoas que não estão sempre próximas, e isso faz você perceber... que a regra agora é estar afastado, ir para casa por um dia é uma novidade. Então, acho que o medo de não ver as pessoas que nos preocupamos e gostamos de estar juntos todo o tempo é, provavelmente, o maior de todos.

Hannah: Qual a melhor coisa que você possui?
Dan: No meu último aniversário, meus amigos se reuniram e me presentearam com um toca-discos de vinil, completamente vintage. Eu tenho o hábito de comprar muita música, mas sempre em MP3, e agora eu penso que seria muito bom ter uma coleção de música física. Eu sou obcecado com obras de arte e encartes de álbum, então eu acho que é estupidamente legal!


Tradução: Thalita (Bastille Brasil)
Entrevista traduzida: Dan Smith fala sobre Ella Eyre, inspiração para compor, seu maior medo e mais! Entrevista traduzida: Dan Smith fala sobre Ella Eyre, inspiração para compor, seu maior medo e mais! Reviewed by Adm on 20:12 Rating: 5

Nenhum comentário