DIY: 'Novo álbum do Bastille vai proporcionar à banda ainda mais eminência'

Matéria original: DIY
Tradução e adaptação: Bastille Brasil 

Quando lançou o 'Bad Blood', ela tomou as rádios. Com o próximo álbum, a banda do sul de Londres pode tomar o mundo.

Quando Bastille apareceu cinco anos atrás, ninguém podia prever o que estava prestes a acontecer. O quarteto, conduzido pelo produtor Dan Smith, um grupo de bons moços do Sul de Londres que tinham habilidade com um pop cativante. Então, algo ficou claro. Suas canções assumiram as estações de rádio, seus shows passaram a ter uma multidão dedicada de fãs. Quase todo mundo cantando "eh-eh-oh" tornou-se rotina diária da banda. Bastille finalmente virou mania.

Desde o lançamento do álbum de estreia 'Bad Blood', a banda conquistou mais de 4 milhões de vendas no mundo todo, além de garantir certificado de platina dupla apenas no Reino Unido. Eles podem lotar arenas em qualquer lugar, e apenas com um álbum oficial (e, bem, uma mixtape ou duas) ligado ao seu nome.

Agora vem a próxima etapa. Nós já vimos o teaser, onde Smith dá uma ideia sobre o álbum. Novas músicas já podem ser ouvidas no Youtube, com trechos de vídeos ao vivo de cada show que eles já fizeram nos últimos doze meses. Mas a questão que permanece sem resposta é o que está acontecendo com o segundo álbum? Bem, já que você perguntou...

A MIXTAPE
Na sequência do seu álbum de estreia, a banda lançou a terceira parte da série 'Other People’s Heartache'. Apelidado por Smith como um projeto "sobre como trabalhar com o máximo de pessoas possível e se divertir com pessoas que conhecemos e amigos que fizemos durante a turnê", a mixtape pode não ser uma ideia firme do que pode aparecer no segundo álbum do Bastille, mas certamente é um olhar sobre o cérebro por trás do sucessor de 'Bad Blood'. Contando com a presença de Haim, Lizzo, Rationale e Deus sabe quem mais, 'VS' é uma mistura gloriosa de pop que mostra como a banda pode se dar bem em novas direções. Poderia este, então, ser um indicador do que está por vir?




FICANDO "INTERESSANTE PRA CARAMBA"
No final do ano passado, a banda encontrou-se, mais uma vez, nos Esados Unidos - desta vez se apresentando no KROQ’s Almost Acoustic Christmas. Foi lá que Dan teve um rápido bate-papo com a Billboard, e ofereceu bastante informação sobre o segundo álbum: ele pode "ser literalmente um dos três ou quatro estilos muito diferentes." Se vai ou não seguir o R'n'B-alternativo ou rock pesado que Smith citou durante a entrevista, ainda não se sabe. Mas uma coisa é certa: eles querem que esse álbum seja MUITO interessante.


"Quando começamos o álbum - isso há mais de um ano atrás - ele era R&B-alternativo, muito mais eletrônico. Então colocamos um pouco de rock mais pesado, quase a mesma coisa que fizemos no primeiro álbum; mais cinematográfico. Logo, pode ser um monte de coisas diferentes. Mas nós só queremos que as músicas sejam boas e memoráveis e queremos que o álbum seja muito interessante e uma boa progressão do último disco, algo de que possamos nos orgulhar." - Smith para a Billboard.


EXPERIMENTANDO 
Se nós sabemos uma coisa sobre o Bastille, é que eles adoram apresentar novas músicas. Então, quando rolou a turnê de festivais no ano passado, foi exatamente isso que eles fizeram. Durante o verão, a banda tocou nos finais de semana na Europa e aproveitou a ocasião para apresentar uma seleção de novas músicas. 'Hangin" começa como algo esquivo, mas que logo torna-se um grande arranjo, enquanto 'Snakes' tem harmonia e coros crescentes. Outras setlists incluem 'Grip' e a mais recente e "um pouco estranha" 'The Currents'. Com outra turnê de festivais programada para este verão, quem sabe que outras novas músicas podem ser reveladas em breve?

 


O vídeo teaser do segundo álbum da banda não dá mais pistas de como o novo álbum vai soar, mas deu aos fãs a chance de ver o passeio que a banda fez nos últimos três anos. "Ouvi muitas bandas falando sobre fazer seu "difícil" álbum", diz Dan Smith. "Mas nós nunca pensamos nisso. Eu acho que, até agora, não tivemos muito tempo pra pensar sobre isso."

E enquanto eles mal pararam desde o lançamento do 'Bad Blood', eles aproximam-se do desafio de cabeça erguida. "Fomos sortudos de estar em turnê constantemente ao longo dos últimos anos, e foi muito divertido. Mas isso significa que tivemos que adaptar a maneira que fazemos música. Esse álbum foi escrito e gravado em ônibus de turnê, nos bastidores e em hotéis em vários lugares. O processo de escrever e fazer as músicas não mudou muito, só que dessa vez estamos fazendo bem menos do que no meu quarto." Seja lá o que está por vir, vamos ter essas novas músicas grudadas em nossas cabeças pelos próximos três anos também.

DIY: 'Novo álbum do Bastille vai proporcionar à banda ainda mais eminência' DIY: 'Novo álbum do Bastille vai proporcionar à banda ainda mais eminência' Reviewed by Adm on 13:05 Rating: 5

Nenhum comentário